domingo, 21 de julho de 2013

A cura do Câncer existe desde 1928 - Terapia Gérson

É isso mesmo que você leu. A cura do câncer e de diversas doenças, degenerativas ou não, existe desde 1928, e melhor ainda, sem a necessidade de tratamentos caros e remédios milagrosos da indústria farmacêutica. Convido o leitor agora para uma viagem e descobertas fantásticas que mudou e mudará a vida de milhões de pessoas.
Tudo começa com uma descoberta intrigante  um pouco antes de 1928 pelo médico Otto Heinrich Warburg, que descobriu que a causa primária do câncer e de outras doenças estava na ACIDEZ do organismo, geralmente proporcionada por uma  alimentação  inadequada. Devido a esse trabalho o Dr. Otto foi agraciado com o NOBEL em 1931 por sua tese: "A causa primária e prevenção do câncer".

Otto Heinrich Warburg


Segundo o Dr. Otto o câncer é resultado de uma alimentação antifisiológica (alimentos acidificantes) e de um modo de vida antifisiológico (sedentarismo e stress).
Ele afirmou que: "As substâncias ácidas repelem o oxigênio; em oposto, as substâncias alcalinas atraem o oxigênio.

Essa é exatamente a relação entre câncer e acidez.  Em sua obra "O metabolismo dos tumores", Warburg demonstrou que todas as formas de câncer se caracterizam por duas condições básicas: a acidose (acidez do sangue) e a hipoxia (falta de oxigênio). Também descobriu que as células cancerosas são anaeróbias
 (não respiram oxigênio) e NÃO PODEM sobreviver na presença  de altos níveis de oxigênio; em troca, sobrevivem graças a  GLICOSE,  sempre que o ambiente está livre de oxigênio. Portanto, o câncer não seria nada mais que um mecanismo de defesa que tem certas células do organismo para sobreviver em um ambiente ácido e carente de oxigênio.

Exemplos de alimentos ÁCIDOS (que estimulam o aparecimento de células cancerosas):

1) Açúcar refinado e todos os seus subprodutos - o pior de tudo: não tem proteínas, nem gorduras, nem minerais, nem vitaminas, só hidrato de carbono refinado, que pressiona o pâncreas. Seu PH é 2.1 ou seja, altamente acidificante, o suficiente para furar uma chapa de metal de 5 mm.
2) Carnes - todas
3) Leite de vaca e todos os seus derivados - queijos, requeijão, iogurtes, etc.
4) Sal refinado
5)Farinha refinada e todos os seus derivados - massas, bolos, biscoitos, etc.
6)Produtos de padaria - a maioria contém gordura sagurada, margarina, sal, açúcar e conservantes
7) Margarinas 
8)Refrigerantes 
9) Cafeína - café, chás pretos, chocolate
10) Álcool 
11) Tabaco 
12) Remédios, antibióticos 
13) Qualquer alimento cozido - o cozimento elimina o oxigênio e o trasforma em ácido - inclusive as verduras cozidas. 
14) Tudo que contenha conservantes, corantes, aromatizantes, estabilizantes, etc. Enfim: todos os alimentos enlatados e industrializados.


Alimentos alcalinizantes (ricos em OXIGÊNIO):

1) Todas as verduras cruas (algumas são ácidas ao paladar, porém dentro do organismo tem reação alcalinizante, outras são levemente acidificantes porém trazem consigo as bases necessárias para seu correto equilíbrio);  cruas produzem oxigênio, cozidas não.
2)  Frutas, igualmente as verduras. Por exemplo: o limão tem um PH aproximado de 2.2, porém dentro do organismo tem um efeito altamente alcalinizante (quem sabe o mais poderoso de todos).
As frutas produzem quantidades saudáveis de oxigênio!
3) Sementes: além de todos os seus benefícios, são altamente alcalinizantes, como por exemplo as amêndoas.
4) Cereais integrais: O único cereal integral alcalinizante é o milho, todos os demais são ligeiramente acidificantes, porém muito saudáveis! Lembre-se que nossa alimentação ideal necessita de uma porcentagem de acidez (saudável). Todos os cereais devem ser consumidos cozidos.
5) O mel é altamente alcalinizante.
6)  A clorofila das plantas (de qualquer planta) é altamente alcalinizante (sobretudo a aloé vera, mais conhecida como babosa).
7) Á água é importantíssima para a produção de oxigênio. "A desidratação crônica é o estressante principal do corpo e a raiz da maior parte de todas as enfermidades degenerativas", afirma o Dr. Feydoon Batmanghelidj.
8) O exercício (ATIVIDADE FÍSICA REGULAR) oxigena todo o organismo, potencializa a circulação, o sedentarismo o desgasta.  Sem falar que melhora em muito a condição cárdio-respiratória do organismo.

Outros médicos ilustres corroboraram a descoberta de Otto. O Dr.  George w. Crile, de Cleverand, um dos cirurgiões mais importantes do mundo declara abertamente: “Todas as mortes mal chamadas "naturais", não são mais que o ponto terminal de uma saturação de ácidos no organismo.”
O Dr. Mencken escreveu: “A luta da vida é contra a retenção de ácido”. E também: "O envelhecimento, a falta de energia, o stress, as dores de cabeça, enfermidades do coração, alergias, eczemas, urticária, asma, cálculos renais e arterioscleroses entre outros, não são nada mais que a acumulação de ácidos."
Ainda enfatizando as descobertas do Dr. Otto, temos a seguinte declaração do Dr. Theodore A. Baroody  em seu livro “Alkalize or Die” (Alcalinizar ou Morrer): "Na realidade não importa o sem-número de nomes de enfermidades. O que importa sim é que todas elas provém da mesma causa básica: muito lixo ácido no corpo!”
Também O Dr. Robert O. Young disse:"O excesso de acidificação no organismo é a causa de todas as enfermidades degenerativas. Quando se rompe o equilíbrio e o organismo começa a produzir e armazenar mais acidez e lixo tóxico do que pode eliminar, então se manifestam diversas doenças."

Robert O. Young




Em 1928 o Dr. Max Gérson desenvolveu uma terapia utilizando as descobertas do Dr. Otto Warburg, baseada em uma alimentação 100% natural e em um método de desintoxicação usando enemas de café orgânico feito com água destilada. Nessa dieta é imprescindível a ingestão de sucos naturais feitos com verduras e frutas orgânicos, isto é, cultivados seu o uso de agrotóxicos. Geralmente os pacientes do Dr. Gérson tomavam copos de 230 ml de suco até 13 vezes ao dia, o que correspondiam em termos nutricionais a 9 kg de alimentos por dia.

Dr. Max Gérson


Dez anos antes da criação desse tratamento, em 1918, o Dr. Gerson elaborou uma terapia que visava a cura da enxaqueca baseado em uma dieta  de frutas e verduras. Ele mesmo foi curado de enxaqueca crônica através desse método. Quando outros pacientes experimentaram os mesmos resultados, seu nome passou a ser conhecido na Alemanha pré-nazista.
Devido o desenrolar da 2º Querra Mundial, o Dr. Gérson e sua família tiveram que emigrar para os Estados Unidos em 1933. Sendo judeu e vendo como o seu povo estava sendo tratado pelos nazistas, não lhe restou outra coisa senão fugir para salvar sua vida e de seus familiares. Infelizmente, seus SETE irmãos não tiveram a mesma sorte, e acabaram morrendo nos campos de concentração nazistas.
No começo da década de 40 a fama do Dr Gérson já corria na cidade de Nova York, pois não apenas ele estava curando pacientes com todo tipo de doença, mas também pessoas com câncer em estado terminal.
Isso chamou tanto a atenção das autoridades americanas que,  em 1946, o convocou para depor no Senado Americano. Ele fez questão de se apresentar trazendo consigo 05 pacientes que foram curados de câncer, cujas curas foi extensamente documentada.
Dr. Max Gérson teve três filhas, sendo que a mais nova, Charlotte Gérson,  se interessou pelo trabalho do pai mais de perto. Após a morte de Gérson coube a ela continuar o trabalho do pai. Hoje Charlotte tem mais de 91 anos e continua trabalhando com o mesmo vigor de quando era mais jovem. Aos 34 anos ela cancelou seu seguro de saúde. Nunca fez uma mamografia. Nunca precisou ir ao médico. A lucidez e atividade de Charlotte para uma mulher próxima ao centenário é impressionante. O melhor de tudo é que ela é feliz e realizada com o que faz.

Charlotte Gérson


Foi ela que em 1977 fundou o Instituto Gérson em San Diego-Califórnia. Como nos Estados Unidos existem leis que não permitem tratamentos alternativos para o câncer, apenas os tradicionais, ou seja, quimioterapia, radioterapia e cirugia, Charlotte fundou um hospital em Tijuana-México que trata pacientes exclusivamente com a terapia criada por seu pai.
Foi criado um sítio na INTERNET relacionado a fundação Gérson, onde as últimas novidades relativas ao tratamento e a medicina holística de um modo geral são veiculadas. O site está em inglês e seu endereço é : http://www.gerson.org
Doentes de todo o mundo se dirigem para esse hospital para tratar suas doenças e cânceres. A cura de todos eles e sua quase imediata melhora tem sido amplamente conhecida, o que dá cada vez mais credibilidade a metodologia terapêutica criada pelo Dr. Max Gérson. Em 2001 Ela escreveu e publicou em parceria com Morton Walker o livro: "A Terapia Gérson", traduzindo para diversas línguas, onde todo o tratamento é descrito minuciosamente. Também é de sua autoria o título:“Healing The Gerson Way” (2007).

Em 1958 o Dr.Max Gérson publicou seu livro intitulado: “A Cancer Therapy – Results of Fifty Cases”. Traduzindo:"A Terapaia do Câncer - Os Resultado de  50 casos" . Nesse trabalho ele relata todas as suas observações e metodologias, acompanhados da história da cura de 50 pacientes com os mais diversos tipos de tumores malignos.
Esse livro deveria ter ficado pronto no mínimo dois anos antes, mas infelizmente as forças obscuras quiseram ofuscar o brilhantismo de suas descobertas e métodos. Pois da primeira vez que ele começou escrever o manuscrito do livro, acabou ficando misteriosamente doente. Ao se recuperar descobriu que sua secretária roubou o material para entregá-lo a um médico desonesto. Pacientemente, ele retomou a escrita do livro e pouco tempo depois de concluí-lo novamente ficou doente. Antes de morrer ele fez testes laboratoriais que provou que desde a primeira vez havia sido envenenado com arsênico.
Agora vamos tocar em uma questão crucial:  se a cura existe e é acessível a todos, porque ela não é divulgada? Porque não se fala nela nos livros de medicina? Porque não é noticiada na impressa? Porque os governos não a adotam?
A Indústria Farmacêutica lucra BILHÕES DE DÓLARES todos os anos, principalmente com remédios voltados para combater ao câncer. Certamente eles não iriam abrir mão de um lucro fantástico e astronômico desses, mesmo que significassem a cura e o bem-estar de milhões de vidas. Afinal de contas a única coisa que importa nesse mega jogo de interesses é o lucro exacerbado. O que eu quero aqui  dizer é que nenhuma dessas empresas está interessado em curar câncer ou qualquer outra doença. O real objetivo é que as pessoas continuem doentes e consumindo seus medicamentos.
De um lado a indústria alimentícia produz lixo para as pessoas consumirem e ficarem doentes, do outro a indústria farmacêutica produz drogas que, em boa parte dos casos,  não curam os pacientes, apenas minimizam  os sintomas, para fazer as pessoas terem uma melhora a fim de continuarem comendo o que aquela outra produz. Essa é a parceria mais lucrativa que existe, e ela sobrevive às custas da saúde das pessoas. Nenhuma das indústrias está realmente interessada em curar doenças e ajudar pessoas. Também não estão interessadas em pessoas mortas, mas sim vivas e doentes, o suficiente para terem uma melhora e continuarem a consumir seus "remédios" e seus "alimentos". Essas são as forças sinistras que tentaram calar o Dr. Gérson e sua terapia.
Felizmente, ele concluiu seu trabalho antes de morrer e nos deixou um legado incalculável, contribuindo para a cura e longevidade de pessoas outrora desenganadas pela medicina.. Quero ressaltar que a medicina e os médicos são importantes. E que os tratamentos quando corretamente prescritos são de grande utilidade para a sociedade, mas eu penso que está na hora de deixar de dar murros em ponta de faca e abraçar aquilo que realmente funciona e é eficaz no combate ao câncer. Quero recomendar a todos que me leêm que, caso necessário, adotem sem medo algum a Terapia Gérson, para cura de cãncer ou outras doenças.

A seguir vídeo que conta sobre a terapia e sua história emocionante.




Terapia Gerson




Se você não dispõe de uma centrífuga apropriada para extrair o suco das verduras acompanhe o vídeo abaixo e veja uma maneira alternativa de fazê-lo. No lugar da centrífuga poderá ser usado um processador (triturador) ou  liquidificador comum. Dê preferência a maças verdes, pois contém um quantidade maior de clorofila que as demais. O método abaixo foi aprovado pelo Dr. Gérson



DEVOCIONAL: - O que a Bíblia diz sobre o assunto aqui tratado? Para dizer a verdade muita coisa. Veja o que está escrito em Gênesis : "E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento." Gênesis 1:29. Deus estabeleceu desde o princípio o que serviria de alimento para o homem.Ainda no livro de Gênesis temos: "E o Senhor Deus fez brotar da terra toda a árvore agradável à vista, e boa para comida; e a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore do conhecimento do bem e do mal.Gênesis 2:9Os homens dos primeiros tempos tinha uma longevidade quase milenar. Diversos relatos  na Bíblia dão conta dessa Super Longevidade dos primeiros humanos sobre a Terra. Aqui estão algumas passagens: "E foram todos os dias de Enos novecentos e cinco anos, e morreu". Gênesis 5:11. "E foram todos os dias de Cainã novecentos e dez anos, e morreu". Gênesis 5:14. "E foram todos os dias de Maalaleel oitocentos e noventa e cinco anos, e morreu". Gênesis 5:17"E foram todos os dias de Matusalém novecentos e sessenta e nove anos, e morreu". Gênesis 5:27.
Entretanto, frutas, verduras, ervas, sementes, cereais não servem somente para alimento. Também são usadas como remédio para curas de doenças e restabelecimento do equilíbrio orgânico-fisiológico do corpo humano. Hipócrates de Cós, considerado o Pai da Medicina, afirmou aos seus discípulos o seguinte: "Que o teu remédio seja o teu alimento;  que o teu alimento seja o teu remédio" Nada mais coerente do que essa afirmação.Quando Nabucodonosor levou cativo os filhos de Israel à Babilônia, escolheu mancebos de toda a nacionalidade para serem preparados a fim de entrar em sua presença. Os da casa de Israel escolhidos foram  Daniel, Misael, Hananias e Azarias. Deveriam estes comer  das mesmas iguarias e vinho servido na mesa real. Entretanto, Daniel e seus companheiros se recusaram a fazê-lo. Então foi rogado que ao invés do que era servido à mesa do rei, comesse eles somente verduras e água durante 10 dias, ao final desse período se a aparência deles fosse melhor do que a dos outros, ficariam então restritos a essa dieta até se cumprir o período de três anos, quando eles deveriam comparecer a presença do Rei. Diz o texto bíblico: "Então disse Daniel ao despenseiro, a quem o chefe dos eunucos havia constituído sobre Daniel, Hananias, Misael e Azarias: Experimenta, peço-te, os teus servos dez dias, e que se nos dêem legumes a comer, e água a beber. Então se examine diante de ti a nossa aparência, e a aparência dos jovens que comem a porção das iguarias do rei; e, conforme vires, procederás para com os teus servos. E ele consentiu isto, e os experimentou dez dias. E, ao fim dos dez dias, apareceram os seus semblantes melhores, e eles estavam mais gordos de carne do que todos os jovens que comiam das iguarias do rei. Assim o despenseiro tirou-lhes a porção das iguarias, e o vinho de que deviam beber, e lhes dava legumes. Quanto a estes quatro jovens, Deus lhes deu o conhecimento e a inteligência em todas as letras, e sabedoria; mas a Daniel deu entendimento em toda a visão e sonhos. Daniel 1:11-17.
Não foi uma concidência o fato desses quatro varões judeus estarem melhores que os outros (aqueles que comeram a mesma comida servida ao Rei). Estavam melhores na aparência e saúde porque se nutriram melhor que os outros. Esse é o benefício de uma alimentação completamente saudável e natural, livres da química e do chamado beneficiamento industrial.E o que dizer das enfermidades? Há milênios o homem usa plantas e ervas com efeitos medicinais para tratar toda sorte de doença e disfunção orgânica. Até mesmo a poderosa indústria farmacêutica encontra na Natureza a matéria prima para tecer suas drogas e sintetizar novas substâncias que prometem realizar aquilo que suas antecessoras não puderam. Em Apocalipse vemos uma alusão nítida ao poder de cura das ervas e plantas : No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a saúde das nações. Apocalipse 22:2.



quinta-feira, 11 de julho de 2013

A verdade sobre a ida do homem à Lua

Tudo começa com os anos da chamada Guerra Fria - uma guerra diplomática, psicológica e armamentista entre as duas grandes potências da época que surgiram após o final da Segunda Grande Guerra, ou seja, Estados Unidos e União Soviética.
Os soviéticos, em termos de corrida aero-espacial, sempre estiveram a frente dos americanos. Em 1957, a União Soviética lançara o Sputinik - o primeiro objeto artificial na órbita do planeta Terra. Em 12 de abril 1961, Yuri Gagarin, cosmonauta russo,  orbita a Terra a bordo da nave espacial Vostok I. Foi nesse episódio que ele pronunciou sua célebre frase: "A Terra é azul". A partir de então, os russos sempre estiverem na dianteira da corrida espacial.
Quando os americanos avançavam em algo, os russos já tinham chegado lá a tempos. Isso incomodou demais a soberania americana. Algo tinha que ser feito, custe o que custasse. E realmente foi feito.
O discurso do presidente Jonh Fitzgerald Kennedy no Congresso Americano em 25 de maio de 1961, quando lançou o desafio de se colocar um homem na lua no prazo de 10 anos, apontava para uma sinistra intenção que, oito anos depois, iria se concretizar. Disse ele: “Acredito que esta nação se deve comprometer em atingir o objetivo, antes do final desta década, de colocar um homem na Lua, e trazê-lo de volta a salvo”.
 
Finalmente, chegou o grande dia: às 13 horas e 32 minutos de 16 de julho de 1969, os astronautas Neil Armstrong, Edwin 'Buzz' Aldrin e Michael Collins partiram na ponta do foguete Saturno V, de Cabo Canaveral na Flórida, Estados Unidos, tripulando a nave Apollo 11 rumo ao solo lunar. Após 04 dias de viagem, o módulo espacial teria pousado na superfície da Lua, tendo Neil Armstrong pisado no satélite em 20 de julho de 1969,  dizendo a célebre frase "Este é um pequeno passo para um homem, mas um grande salto para a humanidade". Nessa época eu tinha apenas 02 anos, e o homem já estava pisando na Lua. Será?
Logicamente, devido ao "frisson" do grande feito, não se percebeu nada de errado na época. Passado alguns anos, começaram a surgir dúvidas, principalmente depois de análises apuradas das fotos tiradas pelos próprios astronautas na Lua. Isso apenas era o começo. Outros eventos viriam para corroborar aquilo que podemos chamar de A FRAUDE DO SÉCULO. Quero aqui sugerir o link: http://www.afraudedoseculo.com.br/ que trata do assunto de modo mais detalhado. 
Em uma análise preliminar,  as fotos oficiais da NASA sobre a missão Lunar mostra sombras em várias direções, dando a entender diversas fontes de luz, quando deveria naquele ambiente haver somente uma fonte de luz - O Sol, o que seria suficiente para fazer todas as sombras terem a mesma direção. Veja a foto que se segue (site oficial da NASA): 
Acessando o endereço http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/alsj/a11/a11pan1111231EvM.jpg ou o endereço http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/alsj/a11/a11pan1111231EvMHR.jpg as fotos estarão com uma maior resolução e nitidez. Em ambas as fotos as direções das sombras dos objetos são diferentes.

A foto abaixo, tirada durante a Missão Apollo 12, tem tanta incoerência que até poderia ser chamada de Jogo dos 7 erros. Olhe atentamente para esta foto e tente encontrar os 7 erros antes de ler as respostas abaixo: 
Eis o link da foto diretamente do síto da NASA (ampliada) : http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/alsj/a12/as12-47-6984-92.jpg

1 - A sombra da antena parabólica está para um lado, a do astronauta para outro e a da bandeira para outro!
2 - A bandeira deveria estar totalmente caída no mastro, devido à ausência de vento na Lua.
3 - Há diversas penumbras na foto, que não deveriam existir num ambiente sem atmosfera.
4 - Há pegadas por toda a parte, que não deveriam existir num ambiente sem umidade. 
5 - Não há estrelas no céu, que deveriam estar mais nítidas na Lua.
6 - No chão, embaixo do Módulo Lunar, não há indícios dele ter pousado ali.
7 - Um astronauta nunca pousaria uma espaçonave bem ao lado de uma cratera!

Conclusão: MONTAGEM CROTESCA

Para resumir essa história que coloca uma mancha na história da humanidade segue um RESUMO dos possíveis erros relacionados a ida do homem à Lua:

1 - Existem diversas fotos com sombras em várias direções, sendo que a única fonte de luz seria o Sol e todas as sombras deveriam ser paralelas.

2 - Fotos com diferentes tamanhos da Terra, vista da Lua, evidenciando montagens desproporcionais.

3 - Existem milhares de fotos com penumbra, sendo que não deveria haver penumbra na Lua devido à ausência da atmosfera.

4 - Faltam as estrelas no fundo de todas as fotos. Com a ausência da atmosfera, as estrelas seriam ainda mais reluzentes.

5 - Nas fotos e vídeos, a bandeira dos EUA aparece tremulando na superfície lunar. Porém, não existe vento na Lua simplesmente porque na Lua não há atmosfera.

6 - Em centenas de fotos, há pegadas dos astronautas na Lua. Mas, seria difícil haver formação de pegadas devido à falta de umidade e de gravidade.

7 - Numa das fotos, há indício de alguém ter colocado embaixo de um dos pés do Módulo Lunar um montinho de terra para que este pé não ficasse no ar.

8 - Pelo que se vê nas fotos, não houve pouso do Módulo Lunar. Ele teria sido colocado delicadamente naquele local. Não há marcas no solo do propulsor da nave.

9 - No mesmo lugar onde o pé do astronauta cria uma profunda pegada na superfície lunar, o pé do módulo lunar se mostra muito delicado na superfície da Lua, sem causar qualquer estrago.

10 - Pelo tamanho do Módulo Lunar, dificilmente existiria nele combustível o suficiente para colocá-lo em órbita novamente.

11 - Não existem, até hoje, filmes fotográficos que resistam à enorme variação de temperatura que ocorre na Lua.

12 - Em 1969, os astronautas conversavam, da Lua, com a NASA, na Terra, em tempo real. Esta tecnologia não existe até hoje.

13 - A radiação solar incidente na Lua, sem atmosfera, é mortal para qualquer ser humano.

14 - Dificilmente existiriam roupas espaciais, na época, que resistissem às enormes variações de temperaturas da Lua (-153ºC a +107ºC).

15 - Dificilmente existiriam roupas espaciais, na época, que resistissem à ausência da pressão atmosférica na Lua.

16 - Extrema semelhança do ambiente das fotos mostradas pela NASA com o Deserto de Nevada, nos Estados Unidos.

17 - Indício de Stanley Kubrick dentro da NASA, que poderia ter auxiliado na criação dos efeitos especiais utilizados na fraude.

18 - Oficialmente, a NASA só teria realizado seis missões tripuladas à Lua, de 1969 a 1972, exatamente durante a gestão do presidente Richard Nixon. Após isso, nunca mais o homem teria voltado à Lua.

19 - Richard Nixon, envolvido em falcatruas que mancharam a imagem dos Estados Unidos, foi o principal articulador do escandaloso Caso Watergate, o qual culminou em sua renúncia durante o primeiro processo de impeachment estadunidense. Nixon poderia ter tramado a fraude do homem na Lua para atrair investimentos para os Estados Unidos. Sua história o condena.

20 - Indício de manipulação na foto do "Jogo dos 7 Erros" mostra várias cruzes distorcidas, mas tais cruzes não poderiam estar distorcidas nem mesmo por lentes objetivas, que ficam do lado externo da câmera, já que essas cruzes fazem parte de um recurso interno da câmera.

21 - Mesmo gastando apenas 6 meses para programar uma nova viagem à Lua na década de 1960, George Bush diz que a NASA gastará 10 anos para levar o homem à Lua novamente.

22 - Plano dos Estados Unidos enviarem o homem à Lua é alterado de 2015 para 2020.

23 - NASA afirma que não deve conseguir levar o homem à Lua novamente até 2020.

24 - Mesmo tendo ciência de que tinha posse de tal material, a NASA nunca exibiu as imagens do primeiro pouso do homem na Lua que teriam sido gravadas em fitas de vídeo e retornado à Terra com qualidade extremamente superior às transmitidas "ao vivo".

25 - Em 2006, a NASA afirma ter perdido os vídeos originais do primeiro pouso na Lua, que teriam qualidade bem superior aos exibidos a todos até hoje.

26 - Em 2009, a NASA declara que, para economizar dinheiro, e sem ter cópias das fitas originais, gravou intencionalmente outras imagens e dados de satélites em cima das fitas originais que continham o fato histórico mais importante da NASA em todos os tempos.

27 - Richard Nafzger, engenheiro da NASA, afirma que o objetivo maior do governo dos Estados Unidos em relação à ida do homem à Lua era para efeito de marketing ao vivo.

28 - Em várias fotos, o local onde se encontram os astronautas aparece bem iluminado, mas os locais ao fundo aparecem muito escuros dando indício de ter sido utilizada iluminação artificial.


Para finalizar, segue abaixo links de vídeos que são documentários sobre a farsa da ida do homem à Lua. Pessoalmente, em vista de tantas provas, de fato o homem não foi à Lua. Certamente isso explica porque NUNCA mais voltamos lá, pois NUNCA fomos. Muitas pessoas, a despeito de tudo isso, continuam crendo nessa mentira. Bem, isso é com cada uma delas; entretanto, para mim está mais do que claro que ainda não dispomos de tecnologia suficiente para levarmos um ser-humano à Lua e trazê-lo são e salvo.
A grande dificuldade técnica para a realização de uma proeza com essa envergadura seria solucionar o problema da RADIAÇÃO no espaço sideral. Há dois tipos de radição no cosmos: a solar (a gerada pelo calor do Sol) e a cósmica ( a que vem do espaço). Ambas são extremamente nocivas a vida, e a partir de determinadas alturas,  essa radiação se adensa cada vez mais, principalmente  na forma de camadas a partir dos 800 km de altura, são os chamados CINTURÕES DE RADIAÇÃO DE VAN ALLEN. Todas as missões anteriores as Apollo voaram abaixo dessas camadas. A missão a Lua foi a primeira a ir tão longe e alto.
Outra dificuldade são as variações de temperatura na superfície Lunar.
Todas as supostas viagens do homem á Lua ocorreram no governo de Richard Nixon, presidente eleito e que depois foi afastado do cargo devido ao escândalo do WATERGATE, quando autorizou escuta e espionagem em adversários partidários. Portanto a Farsa da ida a Lua provavelmente encontrou respaldo político.

https://www.youtube.com/watch?v=UCggxaUPCcY










DEVOCIONAL: Como analisar o episódio descrito à luz da Bíblia? Está escrito que o mundo jaz no maligno"Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno". 1 João 5:19 Em um mundo permeado pelo mal, a farsa e a mentira são elementos indispensáveis para compor o cenário. Enfim, muita coisa é puro engano. E por quê? E para quê? Porque manipular a informação é a melhor maneira de manipular as pessoas, e quanto mais manipulação há, mais  poder e dinheiro se agigantam em mãos sinistras. Entretanto, nada vai ficar escondido o tempo todo. Diz as Escrituras: "Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido". Lucas 12:2. O homem de fato só conseguirá ir até a lua e lá fincar uma bandeira se pedir permissão a Deus. Sem essa humildade estaremos para sempre contemplando nosso satélite natural de muito longe, em noites de lua cheia.